ARRANQUE DA SUPERLIGA NO PORTO COM JOGOS EMOCIONANTES!

SUPERLIGA – SÉRIE 1

Os Pupilos da Dina 7 – 2 Laranja Mecânica

O jogo começa com pressão dos Pupilos que procuram o golo desde cedo e acabam mesmo por conseguir nos minutos iniciais! Os Pupilos, mesmo após o golo, são quem se vai mantendo por cima na partida e voltam a dilatar a vantagem! Os Laranja Mecânica não conseguiam fazer o seu jogo pois o adversário bloqueava o seu ataque de forma eficaz. Os Laranja respondem com uma bola a embater no ferro através de uma bola parada! Os Laranja tentavam crescer no jogo mas o chegar à área tornava-se uma tarefa complicada. Os Pupilos em contra ataque conseguem chegar ao 3º da partida! Os Laranja Mecânica reduzem num contra ataque em que num bom cruzamento para a área o avançado consegue meter a bola no fundo das redes! A 2ª parte começa mais uma vez com os Pupilos por cima na partida e a conseguir um golo cedo. Os Laranja Mecânica iam trocando a bola mas sem grande êxito. Os Pupilos mantinham o seu domínio mas não encontravam o sabor do golo. Os laranja executam um excelente remate mas o guarda redes adversário brilha na defesa. Mas após mais alguma persistência chegam ao 2º golo. Os Pupilos voltam a marcar num bom lance e afastarem se no marcador! Os Pupilos continuavam a cilindrar o adversário e acabam por fazer mais um golo! Os Pupilos encerram a partida com o 7º golo através de um canto.

Inter F.A. 9 – 2 Adidas FSS Porto

O Inter FA começa por cima na partida e acaba, após alguma persistência, conseguir chegar ao golo. O Inter manteve-se por cima e ia executando uma série de remates à baliza dos Adidas que não conseguiam reagir ao adversário! O Inter marca um excelente golo num remate a longa distância que ainda bate no poste antes de entrar! A primeira ameaça dos Adidas surge de meia distância mas o remate vai à figura do guarda redes adversário! Os Adidas voltam a tentar uma segunda vez momentos depois mas o resultado é igual. Os Adidas acabam por chegar ao golo num excelente cabeceamento, reduzindo a vantagem no marcador! O Inter FA num excelente contra ataque consegue voltar a dilatar a vantagem num bom trabalho do avançado! A 2ª parte inicia dividida com bola para as duas equipas e sem grandes destaques. Foram existindo oportunidades e boas trocas de bola mas ninguém conseguia assumir o jogo. O Inter acaba por se destacar no marcador num lance já dentro de área concretizando um bom golo. O Adidas ainda reduz e mantém a esperança no jogo! O Inter mantinha o domínio e a troca de bola e acaba por chegar ao golo! Logo de seguida são os mesmos a voltar a facturar num lance infeliz do guarda redes adversário. O Inter continuava com a veia goleadora e volta a dilatar a vantagem! O Adidas não conseguia responder em golos e tinha dificuldade em ter bola. O Inter não queria desacelerar e sempre que chegava à baliza adversária não saia de lá sem golo! O jogo termina 9-2 para o Inter.

Leões do Veneza 1 – 1 Compact Records

O jogo começa bastante equilibrado e numa disputa de bola a meio campo bastante interessante! Ambas as equipas procuram o domínio no jogo mas estava complicado alguém se superiorizar. Eram os Leões que tinham mais momentos na frente na baliza adversária mas não conseguiam concretizar golos. Os Compact trocavam bem a bola mas não conseguiam chegar à frente da baliza adversária com perigo. A procura pela vantagem era intensa mas ninguém a conseguia obter. Os Leões destacaram-se mais na 1ª parte da partida mas o empate é justo ao fechar o 1º tempo. A 2ª parte volta a tornar-se numa bela disputa de bola ao meio campo onde cada uma das equipas tenta obter o controlo do jogo. Os Leões conseguem obter o 1º golo da partida num bom remate a longa distância! Os Compact vão tentando responder mas sem nenhum lance em concreto de golo. Mas após alguma persistência conseguem empatar a partida! Os compact passam a ter mais oportunidades de golo mas o guarda redes adversário brilhava a cada remate. O jogo termina 1-1, após boa disputa de ambas as equipas.

Panike 2 – 9 Forças Segurança Unidas

Os FSU começam melhor a partida impondo pressão no adversário. São eles que vão trocando a bola e tendo chances para faturar. Ainda nos minutos iniciais são os FSU que acabam por marcar num remate a longa distância! Os Panike acabam por ser felizes num mau lance dos FSU e aproveitam da melhor forma, com um golo. Os FSU respondem rapidamente e voltam a marcar! Os mesmos voltam a dilatar a vantagem e põe o jogo em 3-1. Os Panike voltam a reduzir o marcador num bom lance individual! Os FSU continuam por cima e acabam por fazer mais um golo! Os Panike iam tentando o golo mas o guarda redes adversário não permitia o golo. Os FSU numa boa jogada coletiva voltam a marcar. A 2ª parte volta com um FSU a procurar golos mas um Panike a não permitir! Ambas as equipas vão tendo oportunidades mas nenhuma delas a encontrar o fundo das redes. Os FSU são quem vai tendo mais qualidade a chegar à área mas o parâmetro de finalização estava fraco neste período. Num excelente contra ataque são os FSU que brilham e conseguem obter o golo! O jogo vai se dividindo apesar de um maior número de chances para o FSU e são os mesmos que acabam por conseguir o melhor golo da noite num remate ainda atrás do meio campo, fazendo um belo chapéu ao guarda redes adversário! De seguida são os mesmos que voltam a aumentar o seu marcador! Os Panike iam tendo as suas chances mas não conseguiam encontrar o caminho do golo. Os FSU continuavam a aumentar a sua vantagem! O jogo termina 9-2 para os FSU!

SUPERLIGA – SÉRIE 2

New Team 2011 4 – 3 Manga Tropical

Entrada muito forte do New Team 2011 que desde o apito inicial entrou com as linhas muito subidas e pressão alta não deixando o Manga Tropical respirar e criando sérias dificuldades para sair com bola organizada. O primeiro quarto de hora de jogo acabou por ser decisivo pois nesse espaço de tempo, o New Team fez três golos com Raimundo Gomes a bisar na partida. Ainda antes do intervalo, o Manga reduziu com Pedro Costa a facturar e em cima do apito final da primeira parte, Albino Lourenço fez o 4-1 repondo assim a vantagem de 3 golos. A segunda parte foi essencialmente de grande nível físico. O New Team foi baixando a intensidade e tentando controlar o jogo. A 10 minutos do fim o Manga fez o 4-2 acreditou que podia chegar ao empate e a 2 minutos do fim Sandro Lopes fez o 4-3 mas o tempo não foi suficiente para chegar ao empate.

Los Blancos 2 – 4 Dream Team FC

Jogo muito equilibrado com as equipas a demonstrar bom futebol, bom toque de bola e uma boa organização dentro do campo. O Dream Team chegou à vantagem por intermédio de Rúben Viana mas foi uma vantagem de pouca dura tendo em conta que 5 minutos depois os Los Blancos restabeleceram a igualdade. Ambas as equipas criaram oportunidades mas a eficácia nem sempre esteve presente. Ainda antes do intervalo, Bruno Tavares repôs a vantagem no marcador para o Dream Team. A segunda parte foi muito semelhante à primeira em termos de jogo jogado. A eficácia fez a diferença e nesse campo o Dream Team levou melhor. Até final do jogo, o Dream Team fez mais 2 golos (Rui Reis e Jorge Santos) já Fábio Pereira marcou de canto directo fixando o resultado final em 2-4.

Racing Club de Gaia 1 – 3 DGAUTO.PT

Estreia do Racing Club de Gaia na Superliga e a deixar uma boa imagem no primeiro jogo. A primeira parte foi muito equilibrada quer em oportunidades quer em remates. O Racing esteve até melhor na primeira parte conseguindo sair com bola controlada, posse de bola e bons remates à baliza. O Racing chegou à vantagem por intermédio de João Tavares tendo-se mantido o resultado até ao intervalo. Depois do intervalo, o DGAUTO.PT regressou com a pontaria mais afinada e com a táctica bem montada. Com o decorrer do jogo o DGAUTO.PT foi crescendo, foi criando perigo até que José Garcia fez o empate. A partir daqui o DGAUTO ficou por cima até que Pedro Barbosa fez a cambalhota no marcador. Pouco depois, Pedro Campota marcou e fixou o resultado final em 1-3.

Juventus BH Foz 6 – 4 Bastards

Grande jogo de futebol. Os Bastards entraram melhor no jogo com um futebol mais assertivo e a exercer uma pressão alta sobre o adversário de tal forma que aos 7 minutos já vencia por 0-2 com um bis de Hugo Ribeiro. A Juventus reorganizou-se e pouco depois Pedro Oliveira reduziu para 1-2. A partir daqui o jogo ficou mais equilibrado e a meio da 1ª parte Bruno Gomes estabeleceu o empate que se manteve até ao intervalo. O início da 2ª parte parecia antever mais uma partida muito equilibrada mas o último quarto de hora revelou-se alucinante. Aos 36 minutos, os Bastards desfizeram a igualdade na cobrança de um livre indirecto por intermédio de Hélder Leite. 4 minutos depois, Pedro Oliveira bisou de calcanhar e repôs a igualdade. 2 minutos depois, Bruno Fogaça colocou a Juventus em vantagem. Novamente 2 minutos depois, Luís Gomes faz o 5-3. No minutos seguinte, a Juventus chega ao 6-3 por intermédio de Jorge Soares e em cima do apito final Mário Ribeiro (Bastards) fixa o resultado final em 6-4.

LIGA JORNADA EQUIPA 1 EQUIPA 2 DATA HORA CAMPO
SL1 1 Os Pupilos da Dina 7 2 Laranja Mecânica 11/mar 17H00 Bataria
SL1 1 Inter F.A. 9 2 Adidas FSS Porto 11/mar 18H00 Bataria
SL1 1 Leões do Veneza 1 1 Compact Records 11/mar 19H00 Bataria
SL1 1 Panike 2 9 Forças Segurança Unidas 11/mar 20H30 Bataria
SL2 1 New Team 2011 4 3 Manga Tropical 11/mar 18H00 URB
SL2 1 Los Blancos 2 4 Dream Team FC 11/mar 19H00 URB
SL2 1 Racing Club de Gaia 1 3 DGAUTO.PT 11/mar 20H00 URB
SL2 1 Juventus Bh Foz 6 4 Bastards 11/mar 21H00 URB

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.
EnglishFrenchPortugueseSpanish