BOLERAGEM NA LIDERANÇA A 2 PONTOS DO PENÚLTIMO

Escrito por: Francisco Figueiredo

SuperLigaFutsal – 2017/2018 – Lisboa – 1ª Época

15 de Abril de 2018

 

3ª Jornada da 2ª Liga de Futsal de Lisboa

Gente do Mal 3 – 5 Boleragem FC

GRANDE SEGUNDA METADE DA BOLERAGEM FC GARANTE 3 PONTOS

                No início de mais uma jornada da 2ª Liga de Futsal de Lisboa. Gente do Mal e Boleragem FC entravam em campo ainda á procura da primeira vitória na competição á passagem da terceira jornada, tendo ambas as equipas bastantes ambições neste jogo.

                Com o iniciar da partida notou-se uma grande vontade de chegar ao golo das duas equipas, com o golo a estar perto dos dois lados nos primeiros minutos. Numa partida onde as duas equipas privilegiaram as transições rápidas, Ralph Ramos aos seis minutos inaugurou o marcador e deu vantagem á equipa da Boleragem GC, sendo que a resposta da equipa Gente do Mal não se fez esperar e Sandro Antunes no minuto seguinte restabeleceu a igualdade no marcador. Com o avançar do cronómetro as oportunidades foram se sucedendo dos dois lados mas o empate ia prevalecendo no marcador. Já perto do intervalo, Wadson Oliveira aproveitou uma das muitas jogadas rápidas da sua equipa e recolocou a Boleragem FC na frente do marcador. Mais uma vez a resposta da equipa Gente do Mal não se fez esperar e Fábio Castro na jogada seguinte restabeleceu a igualdade e levou o resultado em 2-2 para o descanso.

                No início da segunda metade a equipa Gente do Mal entrou pressionante e logo no terceiro minuto, Tiago Gomes aproveitou um jogada confusa para completar a cambalhota no marcador e colocar a equipa Gente do Mal na frente. Em desvantagem no marcador, a equipa Boleragem FC foi á procura do golo do empate, com o golo a estar perto de acontecer nos minutos seguintes. À passagem do minuto trinta Ralph Ramos bisou na partida e voltou a empatar a partida. Apenas dois minutos depois a equipa da Boleragem FC aproveitou o bom momento e Paulo Filho voltou a dar a volta ao marcador, sendo que o 5-3 surgiu apenas três minutos numa jogada ensaiada a resultar da melhor forma, com Bruno Ramos a ser o autor do golo. Até final a equipa Gente do Mal foi á procura do golo que permitisse reduzir a desvantagem, com destaque para a irreverência de Paulo Monteiro, mas o resultado não sofreria mais alterações.

                Com esta vitória a equipa da Boleragem FC alcança a primeira vitória na competição e sobe ao primeiro lugar da classificação com 5 pontos, já a equipa Gente do Mal terá contra a equipa do Spadja Pé na próxima jornada uma boa hipótese de alcançar a primeira vitória

Spadja Pé 4 – 6 Amigos da Bola

AIMAN ELOUZARI ASSEGURA 1ª VITÓRIA DOS AMIGOS DA BOLA

                No jogo seguinte foi a vez do Spadja Pé defrontar equipa dos Amigos da Bola, o Spadja Pé à procura dos três pontos que lhes assegurassem o primeiro lugar, já os Amigos da Bola ainda procuravam a primeira vitória

                Num início de jogo bastante disputado a equipa do Spadja Pé ia tentando impor o ritmo de jogo desde o primeiro minuto, já a equipa Amigos da Bola iam tentando responder em contra-ataque, com Aiman Elouzari a ficar muito perto de fazer o primeiro da partida logo no primeiro minuto. Com o passar dos minutos a intensidade foi aumentando dos dois lados, e a equipa Amigos da Bola aproveitaram uma transição rápida para inaugurar o marcador, por intermédio de Álvaro Flores. Na resposta a equipa do Spadja Pé subiu as suas linhas e num potente remate, André Cardita ficou a centímetro do golo. Com o aproximar do final da primeira metade a equipa do Spadja Pé não tirou baixou a intensidade e Emanuel Almeida á passagem do minuto dezassete repôs a igualdade no marcador. Até final da primeira metade a equipa do Spadja Pé não desacelerou e na última jogada da primeira parte, numa combinação fantástica, Paulo Madaleno serve da melhor forma André Cardita, que com um remate em força colocou a equipa do Spadja Pé em vantagem pela primeira vez no encontro. No final dos primeiros vinte minutos, o marcador assinalava 2-1 a favor da equipa do Spadja Pé.

                No início da segunda metade a equipa dos Amigos da Bola entrou decidida a empatar a partida e logo no segundo minuto da segunda parte, Aiman Elouzari fez finalmente o gosto ao pé e restabeleceu a igualdade entre as duas equipas. Numa fase de maior ascendência na partida, a equipa dos Amigos da Bola aproveitou da melhor forma mais um dos seus ataque rápidos para voltar a colocar na frene do marcador, por intermédio de Radouane Taazist. A resposta do Spadja Pé não se fez uma vez mais esperar e André Cardita, o mais inconformado com o marcador, numa jogada individual fantástica voltou a restabelecer a igualdade. Já dentro dos cinco minutos finais, a equipa Amigos da Bola voltou a recolocar-se na frente do marcado, com Álvaro Flores a bisar ma partida, mas apenas um minuto depois Ângelo Feio voltou uma vez mais a empatar a partida, numa grande jogada coletiva da equipa do Spadja Pé. Numa fase de final de partida de louca, a equipa dos Amigos da Bola surpreendeu o adversário com dois contra-ataques mortíferos, já dentro dos cincos minutos finais a serem concretizados por Aiman Elouzari e Aman Sanchez. Até final a equipa do Spadja Pé ainda tentou o golo mais sem o melhor discernimento na hora de finalizar, marcando 6-4 a favor dos Amigos da Bola no final do encontro.

                Num final de jogo de loucas a equipa dos Amigos da Bola mostrou toda a sua frieza e garantiu a sua primeira vitória na 2ª Liga de Futsal de Lisboa, já o Spadja Pé apesar da derrota, fica a apenas 2 pontos do primeiro lugar.

FC Lisboa 5 – 3 FC Piedense

VITÓRIA SEGURA DO FC LISBOA

                No jogo que finalizou a jornada, FC Lisboa e FC Piedense entravam em campo separados por dois pontos, num jogo onde a equipa do FC Lisboa procurava a primeira vitória na competição, o FC Piedense depois da derrota no jornada passada, procurava voltar às vitórias.

                No começo do encontro com as duas equipa a tentarem assentar o seu jogo, Carlos Gomes do lado do FC Lisboa ia tentando a sua sorte de meia distância, sendo que á passagem do quarto minuto, depois de algumas tentativas, o golo surgiu mesmo para a equipa do FC Lisboa, com o capitão Bruno Dias a dar vantagem á sua equipa. A resposta do FC Piedense não se fez esperar e Fábio Barbosa apenas dois minutos, numa fantástica jogada individual restabeleceu a igualdade, sendo que ainda dentro dos dez minuto iniciais, Gelson Tavares voltou a marcar para o lado do FC Lisboa, recolocando a sua equipa em vantagem. Com o avançar do cronómetro a equipa do FC Piedense ia tentando chegar ao empate, com Fábio Barbosa a estar perto de bisar por diversas vezes, já do lado do FC Lisboa, Gelson Tavares ia sendo a maior dor de cabeça para a defesa adversária. Até final do primeiro tempo o FC Piedense ainda procurou o empate, mas sem a melhor clarividência perto da área contrária.

                Na segunda metade a equipa do FC Piedense voltou a entrar com vontade de chegar ao golo e depois de uma grande jogada coletiva, João Fragoso apareceu da melhor forma a restabelecer a empate. Apesar do golo sofrido, a equipa do FC Lisboa não baixou os braços, voltando a recolocar-se na frente do marcador logo de seguida por intermédio de Maksym Mosorov. Á passagem do minuto trinta, Gelson Tavares bisou na partida e aumentou a vantagem do FC Lisboa para dois golos, sendo que na jogada seguinte o mesmo Gelson Tavares confirmou o seu bom momento, confirmando o seu hat-trick e dilatando a vantagem da sua equipa para 5-2. Até final a equipa do FC Piedense ainda conseguiu um golo, por intermédio de Ali Rashid, mas insuficiente para evitar a derrota da sua equipa.

                Com uma vitória segura a equipa do FC Lisboa soma agora 4 pontos e colou-se ao segundo classificado, já o FC Piedense tentará na próxima jornada voltar às vitórias, depois de duas derrotas consecutivas.

A Travessa (isento)

 

4ª Jornada da SuperLiga de Futsal de Lisboa

Espelho 69 2 – 2 Activos 24

PAULO MUCHANGA DÁ UM PONTO AO ESPELHO 69 NO ÚLTIMO MINUTO

                Na primeira partida da 4ª Jornada da SuperLiga de Futsal de Lisboa, Espelho 69 e Activos 24 entravam em campo motivados pelas vitórias na jornada passada e tentavam dar sequência aos bons resultados.

                Num início de jogo fulminante da equipa dos Activos 24, o golo esteve perto de acontecer nas primeiras jogada, sendo que á passagem do terceiro minuto, Paulo Magalhães aproveitou algum espaço dado pela defesa contrária para inaugurar o marcador e colocar a equipa dos Activos 24 na frente do marcador. A equipa do Espelho 69 despertou com o golo sofrido e nos minutos seguintes, Yakil Mussagy e Adyl Dassate estiveram perto de ter empatado o encontro. Com o avançar da primeira metade as oportunidades foram sendo escassas para os dois lados, sendo que só perto do final da primeira metade o golo voltou a estar perto de acontecer, desta feita numa grande jogada individual de Fábio Silva a esbarrar num gigante Hakeem Tatia na baliza do Espelho 69. Numa primeira parte disputado no limite, a equipa dos Activos 24 segurou a vantagem alcançada logo de início e foi para o intervalo a vencer por 1-0.

                A segunda parte iniciou-se com a mesma intensidade do primeiro tempo, sendo que a equipa do Espelho 69 subiu as suas linhas á procura do golo do empate. Á passagem do minuto vinte e quatro, Ricardo Ferreira do lado do Espelho 69 surpreendeu tudo e todos e cum um fantástico remate sobre a linha de meio campo restabeleceu a igualdade entre as duas equipas. Com o empate, o nervosismo subiu dos dois lados, com as duas equipa a tentarem atacar só pela certa. A dez minutos do final, Nuno Dinis cobrou de forma exemplar um livre na zona centra e recolocou a equipa dos Activos 24 na frente do marcador. Com o golo a equipa dos Activos 24 voltou a ganhar confiança, estando perto de conseguir ampliar a vantagem nos minutos seguintes por intermédio de Fábio Silva, já do lado do Espelho 69, Ricardo Ferreira ia sendo o principal perigo com a sua perigosa meia distância. Com chegar do final do encontro, a equipa do espelho 69 colocou-se a jogar em 5 contra 4 á procura do golo do empata e num final dramático, Paulo Muchanga rematou potente ainda de fora de área e empatou a parte a dois golo á passagem do minuto trinta. Até final a equipa dos Activos 24 ainda tentaram voltar á vantagem, mas com apenas um minuto por jogar, a partida acabaria empata.  

                Num grande jogo de futsal onde nenhuma das duas equipas merecia perder, a divisão de pontos foi o resultado final, sendo que com este resultado, as duas equipas se atrasam da equipa Os Campeões que venceu nesta jornada.

 

O Companheiro 5 – 0* As Máquinas

*Falta de comparência

 

Os Campeões 5 – 4 Rabulera Futsal Clube

EQUIPA OS CAMPEÕES VENCE E ISOLA-SE NA LIDERANÇA

                No segundo jogo do dia foi a vez de entrarem em campo a equipa Os Campeões e a equipa Rabulera Futsal Clube, dois clubes com experiência na competição a atravessar fases diferentes. Os Campeões ainda sem derrotas na competição procurava dar sequência aos bons resultados, já a Rabulera Futsal Clube depois de alcáçar a final da competição da época passada, ainda procuravam a primeira vitória.

                Com uma entrada arrebatadora, a equipa da Rabulera Futsal Clube surpreendeu a equipa adversária com um golo logo na primeira jogada da autoria de João Carvalho a inaugurar o marcador logo no primeiro minuto. A resposta da equipa Os Campeões não tardou e á passagem do quarto minuto Tiago Fortes forçou a um adversário a fazer um auto-golo e restabeleceu a igualdade na partida. Com a intensidade a subir á medida que o cronómetro ia avançando, as duas equipas iam estando perto do segundo golo, sendo que á passagem do minuto sete, Leandro Pedro fez o primeiro na conta pessoal e confirmou a reviravolta no marcador para o lado da equipa Os Campeões. A resposta da Rabulera Futsal Clube não se fez esperar e João Carvalho á passagem do minuto dez voltou a empatar a partida, sendo que na jogada seguinte o mesmo João Carvalho confirmou o seu bom momento, confirmando o seu terceiro golo na partida. Apenas um minuto depois, o mesmo João Carvalho completou o poker com uma jogada individual fantástica, aumentando a vantagem da equipa da Rabulera Futsal Clube para 4-2. Até final do primeiro tempo a equipa Os Campeões foi para cima do adversário, e numa recuperação fantástica João Casto e Tiago Fortes fazem o gosto ao pé e levam o resultado empatado a quatro golos para o descanso.

                As equipas entraram na segunda metade como saíram da primeira, com Os Campeões a tentarem impor o ritmo de jogo e a Rabulera Futsal Clube a responder em contra-ataque mortíferos. À passagem do minuto vinte e quatro, Miguel Silva aproveitou uma desatenção contrária e confirmou nova cambalhota no marcador para o lado da equipa Os Campeões. Com uma vantagem escassa a equipa Os Campeões foi tentando atacar só pela certa, já a equipa da Rabulera Futsal Clube ia subindo por diversas vezes o guarda-redes, para tentar criar uma superioridade no ataque que lhe permitisse chegar ao empate. Com o aproximar do final o resultado continuava incerto, com a equipa da Rabulera Futsal Clube, mas numa demonstração de grande solidariedade defensiva, a equipa Os Campeões manteve esta vantagem tangencial até final e continua na sua senda de bons resultados.

                Num jogo disputado até ao último minuto, a equipa Os Campeões garantiu mais uma vitória e isolou-se no topo da SuperLiga de Futsal de Lisboa á passagem da quarta jornada, já a Rabulera Futsal Clube tentará na próxima jornada voltar aos bons resultados.

 

SC Farfalhi 1 – 1 ODIN

EMPATE EM JOGO DISPUTADO ATÉ FINAL

                No último jogo da jornada foi a vez de SC Farfalhi e ODIN se defrontarem, duas equipas com altas expectativas esta época e que procuravam neste jogo alcançar uma vitória para se aproximarem dos primeiros classificados.

                Num início de jogo bastante intenso, notou-se uma enorme vontade de chegar ao golo dos dois lados, com destaque para a velocidade nas duas equipas. Com o avançar do início da partida a intensidade foi se mantendo elevada dos dois lados, com destaque para Diogo Augusto do lado do SC Farfalhi e André Gadelha do lado do ODIN, os mais próximos do golo nos primeiros minutos. À passagem do minuto onze, o mesmo André Gadelha aproveitou uma desatenção na defesa contrária e colocou a equipa do ODIN em vantagem no marcador. Logo de seguida a equipa do SC Farfalhi subiu as suas linhas, pressionando o adversário mas em cima o adversário, estando o golo do empate perto de acontecer nos minutos seguintes. Até final da primeira metade o SC Farfalhi não baixou a intensidade e já no último minuto, na conversão de uma grande penalidade, Diogo Ferreira não vacilou e empatou a partida, levando o resultado empatado a um golo para o intervalo.

                A segunda metade iniciou-se com o mesmo nível de intensidade da primeira metade, estando o golo mais um vez perto de acontecer dos dois lados. Com o avançar da segunda metade nenhuma equipa conseguiu ganhar uma superioridade evidente, estando André Gadelha do lado do ODIN mais uma vez em evidência pela sua velocidade e facilidade de remate, já do lado do SC Farfalhi Diogo Augusto ia tentando a sua sorte de fora de área. Já dentro dos cinco minutos finais Rodrigo Vieira com uma jogada individual de génio, tirou dois adversários do caminhos e ficou muito perto de colocar a equipa do ODIN novamente em vantagem, com um remate potente a passar a centímetro do poste. Numa fase final onde a intensidade voltou a subir a equipa do SC Farfalhi ia tentando responder em transições rápida, com João Cabral a ficar muito perto de também ele dar a vitória á sua equipa. Até final as duas equipas não desistiram de procurar o golo, mas num jogo disputado até ao último segundo, o empate assemelha-se ao que se passou dentro das quatro linhas.

                Num magnífico jogo de futsal, onde a intensidade e a elevada entrega dos dois lados foi a tónica, SC Farfalhi e ODIN somam um ponto e continuam a sua batalha para subir na tabela classificativa.

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.
EnglishFrenchPortugueseSpanish