DREAM TEAM BI-CAMPEÃO NACIONAL!!

 

DREAM TEAM VOLTA A LISBOA 3 MESES DEPOIS PARA LEVAR TITULO DE CAMPEÃO NACIONAL DE NOVO PARA A MAIA.

 

Bairro Cruz – Campeão de Lisboa e até ao dia de hoje o vice-campeão nacional, partia para esta Final Nacional com uma sequência quase perfeita no campeonato. Com uma das suas principais referências de “baixa” (Brian O´Kane) e com o capitão e melhor marcador da 1ª divisão de Lisboa na 2ª Época de 2014 na baliza, era necessário muita organização e inspiração para levar de vencida a competição que envolve o trio mais forte do país.

 

Giants – Bicampeão Nacional na Superliga com duas Finais Nacionais conquistadas em 2013, os Giants partiam para esta competição com a ambição de chegar ao “Tri”. Com jogadores como Carlos Silva, Frederico Rilhas e Mário Pinheiro de fora, também a equipa da linha enfrentava esta Final Nacional de forma desfalcada, apesar da impressionante série de vitórias desta equipa na 3ª Época 2013-14, perdendo apenas para a equipa do Ginásio Alto do Pina em penaltis na Taça dos Campeões.

 

Dream Team – Actual Campeão Nacional veio substituir a equipa do Plano Térmico nesta Final Nacional representando assim o distrito do Porto. Com apenas 2 derrotas em campo esta época para as taças e como equipa mais histórica do distrito do norte, grande parte do favoritismo pendia para o seu lado apesar de se apresentarem apenas com 5 jogadores.

 

O sorteio definiu numa fase inicial que a equipa dos Giants seria a “Equipa 1” disputando assim o 1º e 2º jogo, Bairro Cruz seria a “Equipa 2” jogando o 1º e 3º jogo e por fim, a Dream Team, como “Equipa 3” faria os últimos dois jogos.

 

O primeiro jogo entre Giants e Bairro Cruz começou com a equipa de Cascais por cima do jogo, conseguindo ver-se a ganhar durante a primeira parte por 2-0, mas até ao final dos primeiros 22 minutos a equipa do Bairro Cruz conseguiu ainda voltar a igualar a partida e chegar ao intervalo com o jogo empatado a 2 golos. Numa 2ª parte igualmente equilibrada a equipa dos Giants consegue com bastante esforço voltar à vantagem, desta feita por 3-2, e num momento em que alguns jogadores do Bairro Cruz estavam um pouco mais de cabeça perdida, sofrem uma expulsão que é bem aproveitada pelos Giants para chegar ao 4-2 em vantagem numérica, tendo apenas depois até ao final do jogo que gerir essa vantagem e conseguir assim os primeiros 3 pontos desta Final Nacional. Nas grandes penalidades a equipa do Bairro Cruz saiu-se melhor vencendo por 6-5 com apenas uma grande penalidade falhada pela equipa dos Giants numa excelente intervenção do guarda-redes adversário.

 

No segundo jogo da tarde entre Giants e Dream Team, a equipa dos Giants podia vencer logo nesta partida a Final Nacional se conseguisse vencer este seu adversário no final do tempo regulamentar ou até mesmo nas grandes penalidades em caso de empate no final do jogo. Num jogo muito mais intenso que o primeiro, duas equipas guerreiras foram mostrando desde o início do jogo que este poderia ser um jogo decidido por pequenos lances melhor aproveitados por alguma das equipas. A 1ª parte trouxe alguns golos onde a equipa dos Giants ia sempre conseguindo marcar primeiro, mas a equipa da Dream Team ia sempre sabendo responder de imediato chegando sempre ao empate. O jogo chegou mesmo empatado a 3 golos ao intervalo e durante a 2ª parte, entre boas defesas dos guarda-redes de ambas as equipas e defesas bastantes coesas que não foram permitindo quaisquer golos para as duas equipas, o jogo terminou com o mesmo resultado da 1ª parte. Mesmo com este resultado a equipa dos Giants ganhando nas grandes penalidades saía com o título de Campeão Nacional mas, mesmo com 2 defesas enormes do seu guarda-redes, as 3 defesas do guarda-redes da Dream Team e alguma falta de eficácia a que não se assistiu no 1º jogo na marcação das grandes penalidades, premeiam os 5 jogadores que lutaram bastante durante todo o jogo e conseguem assim arrancar para o último jogo dependendo apenas de si e de alcançarem uma vitória para se tornarem pela 2ª vez consecutiva nos Campeões Nacionais.

 

No terceiro jogo, apenas na luta pelo 2º Lugar, a equipa do Bairro Cruz entrou de certa forma mais apreensiva e a equipa da Dream Tam foi aproveitando esse facto para ir ganhando alguma vantagem chegando mesmo ao intervalo a vencer por 6-1. Algumas alterações no conjunto do Bairro Cruz na entrada para a 2ª parte, onde um dos melhores jogadores da equipa saiu da baliza para ajudar os seus colegas da frente, alterou um pouco a mentalidade da equipa e também lhes deu um estilo de jogo mais forte que permitiu que se assistisse na 2ª parte a um jogo mais equilibrado. Com a equipa da Dream Team a passar maior parte do tempo a gerir o resultado na 2ª parte o jogo foi-se mantendo com a mesma diferença de 5 golos durante a maior parte do tempo com golo e resposta das duas partes, mas no final, com a equipa da Dream Team claramente mais desgastada o Bairro Cruz ainda consegue reduzir para 2 golos de diferença, entre várias defesas do guarda-redes da equipa da Maia que não foram permitindo uma recuperação mais rápida do adversário. Mesmo sofrendo um pouco mais no final do jogo a equipa da Maia termina com uma vitória por 10-8 e revalida assim o título de Campeão Nacional 3 meses depois de ter vencido esta competição pela primeira vez.

 

Campeão Nacional: Dream Team (Maia)

Melhor Jogador Nacional 3ª Época 2013-2014: Tiago Sousa (Giants)

 

Lisboa
Domingo, 20 de Julho.

15h00 – Giants 4-2* Bairro Cruz (Final Nacional)

16h30 – Giants 3-3* Dream Team (Final Nacional)

18h00 – Dream Team 10-8 Bairro Cruz (Final Nacional)

 

CLASSIFICAÇÃO FINAL: 1º LUGAR: DREAM TEAM (MAIA); 2º LUGAR: GIANTS (CASCAIS); 3º LUGAR: BAIRRO CRUZ (LISBOA).

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.