INTERSAC ALCANÇA FINAL FOUR DA TAÇA DE LISBOA APÓS VENCER DOIS ADVERSÁRIOS DE ELITE!

 

TAÇA DE LISBOA

 

Portela FC 5-6 InterSac

INTERSAC ULTRAPASSA PRIMEIRO GRANDE DESAFIO DO DIA COM SUCESSO!

Os InterSac venceram os Portela FC. Registo para uma primeira parte de grande intensidade e muito disputada, com as duas equipas a apresentarem-se com estratégias bem definidas. Os Portela FC no seu futebol apoiado, procuravam destabilizar a equipa dos InterSac, que se apresentavam muito organizados defensivamente, entregando o domínio do jogo á sua adversária, fechando o caminho para a sua baliza e atacando sempre com muito critério, conseguindo abrir o marcador à passagem do minuto 6 e a dilatar ainda a sua vantagem para 0-4. Mas os Portela FC não entregariam de mão beijada o encontro e rapidamente empenharam-se para reentrar no jogo sendo premiados com 3 golos que reduziam o marcador para a diferença mínima de 3- 4. Até final da primeira parte tempo para mais um golo dos InterSac, chegando ao intervalo a vencerem por 3-5. A segunda parte seria de grandes emoções, com os Portela FC determinados em conseguirem alcançar o empate a 5 bolas nos minutos iniciais. Estava relançado o jogo que seria decidido á passagem do minuto 34, com Jorge Carvalho dos InterSac a apontar o golo decisivo que permitiria a passagem da sua equipa a próxima fase da Taça. Registo para Jorge Carvalho dos InterSac e Márcio Sousa dos Portela FC a serem as figuras do encontro a apontarem 3 golos cada.

 

FC Sarrabecos 16-3 Canelas FC

QUARTOS-DE-FINAL TRANQUILOS PARA OS SARRABECOS!

Os FC Sarrabecos garantiram a passagem á próxima fase da Taça ao derrotarem os Canelas FC por 16-3, num jogo em que dominaram por completo. Registo para uma primeira parte em que se instalaram no meio-campo adversário conseguindo abrir o marcador nos minutos iniciais e dilatar a sua vantagem para 4-0, enquanto que os Canelas FC forçados a fecharem-se defensivamente iam conseguindo parar as investidas dos Sarrabecos conseguindo através de dois contra-ataques reduzir o marcador para 4-2, resultado que chegaria ao intervalo. Na segunda parte o domínio dos FC Sarrabecos acentuou-se conseguindo com naturalidade aumentar a sua vantagem, esmagando a sua adversária com mais 12 golos. Resultado final de 16-3 para os Sarrabecos que teve em José Sousa a sua figura ao apontar 7 golos.

 

Amigos do Adriano 2-2* Unaita

PENALTIS DECIDEM O VENCEDOR!

Jogo grande da noite, que opunha duas equipas que se conhecem muito bem. O jogo começou com um baixo ritmo, tendo ambas as equipas tentado explorar momentos de desatenção da equipa adversária. Na primeira parte houve poucas oportunidades de golo, tendo sido um jogo muito mais tático. Os Amigos do Adriano enviaram uma bola que embateu nos dois postes, e os Unaita fizeram remates que acabaram ou fora do alvo ou por ser defendidos pelo guardião dos Amigos. Mas quando tudo apontava para que o jogo fosse empatado para o intervalo, Pedro Regageles no último minuto da primeira parte consegue abrir o marcador a favor dos Unaita (0-1). Na 2ª parte os Amigos partiram para cima dos Unaita, tendo aberto muito espaço nas suas costas que era constantemente aproveitado pelos homens do Unaita para criar perigo para a baliza de Hugo Ortins. Seria então João Barbosa que viria a repor a igualdade no marcador (1-1), quando ainda faltava muito tempo para se jogar. O jogo manteve-se aceso, com possibilidade para ambas as equipas marcarem, mas seriam novamente os Unaita a passarem para a frente do marcador, através da excelente conversão de um livre direto por parte de Sérgio Bolinhas (1-2). Os Amigos voltaram a subir a sua equipa em busca do empate, mas o perigo voltou a instalar-se na baliza azul, quando novamente de livre o homem dos Unaita envia a bola ao poste. Os Amigos não se deixaram abalar e a partir desse momento assistimos a várias oportunidades de golo que foram constantemente desperdiçadas pelos homens de azul. Até que no último minuto de jogo surge João Barbosa, que com muita garra e alguma sorte, consegue colocar a bola dentro da baliza adversária e desta forma repor a igualdade no marcador. A decisão do vencedor ficava assim para as grandes penalidades, tendo sido João Loureiro o grande protagonista a conseguir defender duas grandes penalidades e assim carimbar o passaporte da sua equipa para a próxima fase.

 

Real Daqui 7-4 Os Marretas

A MARRETADA FINAL NA TAÇA!

O Real Daqui partia como favorito neste jogo que opunha equipas da primeira e segunda divisão, mas como todos sabem, na taça nada é garantido. O Real entrou mais forte com 3 golos de rajada com apenas 6 min jogados. Os Marretas contaram com um Luis Roliz inspirado, que com um excelente golo reduziu para 3-1. O jogo baixou de ritmo, muitas faltas, muitas paragens. Foi preciso esperar pela segunda parte para se assistir a mais uns momentos de bom futebol. O Real Daqui ia controlando o jogo, mas os Marretas não desistiam do resultado, e em apenas dois minutos os Marretas empataram o jogo, 3-3. O empate não durou muito tempo quando João mendes devolveu a vantagem à sua equipa (4-3). Seria depois Roliz, que novamente num excelente golo viria a empatar o jogo num (4-4). Quando parecia que o jogo podia terminar empatado, Valdir em dois momentos de excelente classe voltava a marcar por mais duas vezes (faria assim o poker) e João Mendes (fazia o bis), dando assim a vitória num expressivo (7-4), um resultado muito pesado para os Marretas que deixaram assim a vitória escapar apenas nos últimos 5 minutos.

 

hDs Clube 4-4* InterSac

SE VAI UM, VÃO DOIS!

Os InterSac apuraram-se para as meias-finais da Taça ao derrotarem os hDs Clube. Registo para um início de primeira parte equilibrado, com as duas equipas a procurarem assumir o controlo do jogo, resultando num jogo de constantes transições rápidas com as equipas a quererem desequilibrar a sua adversária. O primeiro golo chegaria à passagem do minuto 10 com Hamid Taheri a marcar para os hDs Clube, golo esse que impulsionaria os hDs, conseguindo gradualmente superiorizar-se á sua adversária e passar a dominar o jogo no tempo que restou da primeira parte, domínio que permitiu chegarem ao intervalo a vencer por 3-0. Mas o jogo estava longe de estra decidido e na segunda parte os hDs Clube a vencerem procuraram recuar linhas e defender a sua baliza, e recorrer a transições rápidas para criar perigo. Isto permitiu aos InterSac passar a assumir as despesas do jogo e passar a dominar o jogo conseguindo reduzir o marcador para 3-1 ao minuto 26. Mas os hDs mantinham-se bem organizados e sempre que podiam procuravam surpreender, conseguindo chegar ao 4º golo. O jogo parecia decidido mas era pura ilusão, com os InterSac a não desistirem e irem buscar forças onde já não as tinham, conseguindo reduzir o marcador para 3-4 no minuto 38. Faltavam pouco mais de 5 minutos e o jogo estava novamente relançado e aberto com as duas equipas a disputarem cada lance com a máxima intensidade, até que no último minuto um livre à entrada da área dos hDs permitiu a Tiago Gonçalves fazer para a sua equipa o importante golo do empate. Na marcação das grandes penalidades a sorte sorriria aos InterSac, que garantiria a passagem às meias-finais da Taça depois de dois duros duelos no mesmo dia.

 

Os Cariocas 2-5 FC Sarrabecos

SEGUNDO JOGO DO DIA MAIS COMPLICADO PARA OS SARRABECOS, MAS NOVA VITÓRIA CARIMBOU PASSAGÉM ÀS MEIAS!

Os FC Sarrabecos levaram de vencidos os Cariocas, num jogo com um ritmo a meio gás e onde não necessitaram de transpirar muito para garantir a vitória. Registo para uma equipa dos FC Sarrabecos no seu modelo habitual, dominando o jogo por completo, através de circulações e combinações a poucos toques, procurando desequilibrar uma equipa dos Cariocas que entrou focada na estratégia de fechar a todo o custo os caminhos para a sua baliza, dificultando é certo as ações ofensivas da sua adversária, mas vendo-se a perder e a não conseguir desbloquear-se desta estratégia defensiva, conseguindo raramente criar situações de perigo. Na primeira parte os Sarrabecos iniciaram o jogo logo com o seu primeiro golo no minuto inicial, conseguindo apenas e apesar do domínio e por mérito da organização defensiva dos Cariocas, marcar por mais uma ocasião, chegando ao intervalo a vencer por 2-0. A segunda parte verificou-se o espelho da primeira, com os FC Sarrabecos a dominarem e a dilatarem o marcador contra uma equipa incapaz de inverter o rumo dos acontecimentos. Até final mais 3 golos para os FC Sarrabecos e 2 apenas para os Cariocas, resultando numa vitória de 2-5 para os Sarrabecos, que estão assim nas meias-finais da Taça e que tiveram em António Batista a sua figura ao apontar 3 golos.

 

TAÇA FIVES

 

Alba Team 6-9 FC Columbus

JOGO ENTRE DUAS EQUIPAS BATALHADORAS TERMINA COM PASSAGEM DO FC COLUMBUS ÀS MEIAS-FINAIS!

Os Alba Team até começaram melhor com um golo madrugador de Diogo silva, logo aos 3 min, mas a meio da primeira parte já os FC Columbus tinham dado a volta ao marcador (1-3). Os FC Columbus conseguiram controlar o ritmo de jogo, mas o Alba Team não desistia da possibilidade de chegar às meias finais. Ao intervalo registava-se um (2-4) que espelhava bem o domínio da equipa de laranja na primeira parte. Na segunda parte o domínio manteve-se, nota para um excelente golo de Manuel Gomes de um ângulo quase impossível e para o hat-trick de Alessandro. Do lado dos Alba Team destaque para Hugo Calado pelos seus dois golos que deixaram a equipa a acreditar num resultado melhor. O jogo terminou (6-9), tendo os FC Columbus sido uns justos vencedores e assim seguem para a próxima fase da taça.

 

Nikita 4*-4 Ederzitos17

NIKITA SEGUEM EM FRENTE NA TAÇA FIVES!

Os Nikita levaram de vencidos os Ederzitos, num jogo que contou com uma primeira parte marcada pelo equilíbrio. Começou melhor a equipa dos Ederzitos, a instalarem-se no meio-campo adversário com um futebol apoiado e de circulação rápida, conseguindo abrir o marcador e mais tarde alargar a vantagem para 2-0. Por outro lado os Nikita tentavam aproveitar os desequilíbrios adversários e iam criando situações de perigo através de ataques rápidos, conseguindo reduzir o marcador para 1-2 à passagem do minuto 13. Do que restou da 1ª parte registo para um jogo muito equilibrado com as duas equipas a conseguirem-se anular e com o marcador a não sofrer mais alterações. O equilíbrio manteve-se na segunda parte com as duas equipas a protagonizarem um jogo muito equilibrado e com a sorte a poder sorrir para qualquer um dos lados, ocorrendo situações de golo de parte a parte. Começaram melhor os Nikita que logo nos minutos iniciais estabeleceram o empate no encontro. Empate que se manteve até aos minutos finais, onde a emoção veio ao de cima, com os Ederzitos a conseguirem colocar-se em vantagem novamente, mas a ser anulada de imediato com os Nikita a facturarem por mais duas ocasiões, entrando no ultimo minuto do jogo com um 4-3 a favor dos Nikita. Mas o marcador não ficaria por aqui e os Ederzitos ao suar do apito final restabeleceram o empate a 4 golos, levando o jogo para a decisão das grandes penalidades. Nos penaltis foi mais eficiente o Nikita, garantindo a vitória e a passagem á próxima fase. Destaque para Cláudio Caselhas dos Nikita a ser fundamental com os seus 3 golos.

 

Café Paulo B. Santiago 5-3 Os Cansados

CAFÉ PAULO B. SANTIAGO APURA-SE PARA AS MEIAS-FINAIS!

Os Café Paulo venceram os Cansados, com registo para uma primeira parte muito equilibrada com ambas as equipas a procurarem assumir o jogo, resultando num jogo muito disputado e repleto de jogadas de perigo. Começaram melhor os Cansados a conseguirem abrir o marcador á passagem do minuto 5. O jogo encontrava-se muito aberto e os Café Paulo viriam a empatar minutos depois através de Cláudio Rosado e mais tarde o marcador voltaria a sofrer alterações com novo golo dos Cansados colocando-se a vencer por 1-2, resultado que e manteria até ao intervalo. A segunda parte seria repleta de emoção, com as duas equipas a entregarem-se ao jogo e a disputarem cada lance como se do último se tratasse. Conseguiram os Café Paulo empatar no minuto 27 novamente por intermédio do seu capitão. O empate persistiria até aos minutos finais com os Cansados a colocarem-se novamente em vantagem. Mas o jogo estava longe de decidido e momentos depois os Café Paulo restabeleceriam o empate a 3 bolas. Golo que embalaria a equipa para a vitória final, mostrando-se como a equipa mais forte nos minutos finais e finalizando por mais duas ocasiões. Vitória dos Café Paulo por 5-3, com a figura do encontro, Cláudio Rosado, a apontar 3 golos.

 

Surprise Team 3-2 Super-Fraquinhos

SURPRISE TEAM SEGUEM EM FRENTE NA TAÇA FIVES!

Os Surprise Team derrotaram  os Super Fraquinhos, num jogo que registou uma primeira parte equilibrada e muito disputada a meio-campo, mas com poucas situações de golo. Os Super Fraquinhos registando uma maior posse de bola tentavam destabilizar sem sucesso uma equipa dos Surprise Team, que muito bem organizada defensivamente entregava o domínio da bola à sua adversária e através de ataques sempre muito criteriosos procurava causar perigo, sendo assim que abririam o marcador á passagem do minuto 14. Chegou assim o intervalo com os Surprise Team a vencerem por 1-0. Na segunda parte registo para um jogo mais aberto, com as duas equipas a empenharem-se em discutir o jogo, mas a demonstrarem-se pouco eficientes no seu processo ofensivo. A vitória sorria á equipa mais organizada dos Surprise Team que ao minuto 27 marcaria o 2-0, permitindo minutos depois o 2-1 aos Super Fraquinhos. O jogo seria decidido à passagem do minuto 43 com os Surprise Team a faturarem o 3-1. Até final mais um golo para dos Super Fraquinhos, insuficiente pois já não havia tempo para mais. Vitória dos Surprise Team por 3-2 com Ralfe Gome a ser a figura ao apontar dois importantes golos.

 

LIGA DE INVERNO SÉRIE 1

GD Atalaiense 9-4 Gin & Ais

GD ATALAIENSE INICIA LIGA DE INVERNO COM VITÓRIA!

O GD Atalaiense venceu os Gin&Ais. Começou melhor o GD Atalaiense a assumir o jogo e a apoderar-se da posse de bola, empurrando o seu adversário para o seu meio campo, conseguindo inaugurar o marcador logo no 3º minuto de jogo. Por seu lado os Gin&Ais iam tendo algumas dificuldades na construção de jogo, mas aproveitando uma perda de bola adversária chegaram ao empate momentos depois. Apesar do golo do empate a equipa dos GD Atalaiense manteve-se mais forte, conseguindo chegar novamente á vantagem e dilata-la por mais 4 ocasiões chegando ao intervalo a vencer por 5-1. A segunda parte começou com um golo dos Gin&Ais, a apanharem a sua adversária de surpresa e a conseguirem reduzir o marcador, mas rapidamente os GD Atalaiense voltaram ao domínio do jogo consolidando a sua vitória ao marcar por mais 4 ocasiões, ao passo que os Gin&Ais apesar da boa réplica demonstrada, o máximo que conseguiram fazer foi reduzir o resultado para 9-4. Vitória dos GD Atalaiense que teve em Sergio Origuella a sua figura ao apontar 3 golos.

 

Tattus A.A. 6-8 Ajax

AJAX GARANTE OS PRIMEIROS 3 PONTOS!

No encontro que opôs os Tattus A.A. e os Ajax, apresentaram-se duas equipas com estratégias distintas. Os Tattus A.A a procurarem assumir as rédeas do jogo e a instalarem-se no meio campo adversário, mas a apresentarem muitas dificuldades em contrariar a defesa contrária. Os Ajax por seu lado, procuravam fechar-se no seu meio campo entregando a iniciativa do jogo á sua adversária, explorando os desequilíbrios dos Tattus, estratégia que se verificaria acertada conseguindo finalizar por 5 ocasiões e permitindo que os Tattus quebrassem a sua organização apenas por duas ocasiões já nos minutos finais. Chegou-se ao intervalo com os Ajax a vencerem por 2-5. Na segunda parte os Tattus A.A tentaram entrar na disputa do jogo, mas a vantagem trazida pelos Ajax da 1ª parte e o bom início da segunda, seria determinante com dois golos a dilatarem a vantagem para 2-7. Os Tattus A.A tentaram a todo o custo discutir o jogo, conseguindo reduzir o marcador para 5-7, mas a machadada final seria dada á passagem do minuto 42 com os Ajax a conseguirem chegar ao 8º golo. Até final mais um golo dos Tattus.A.A, mas não haveria tempo para mais. Vitória dos Ajax por 6-8 que tiveram em Fábio Ferreira a sua figura ao apontar 4 golos.

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.