PFC VOLTA A VENCER E JÁ LIDERA SUPERLIGA SÉRIE 2!

 

SUPERLIGA SÉRIE 1

 

InterSac 3-8 FC Sarrabecos

SARRABECOS MANTÊM INVENCIBILIDADE!

O jogo entre os InterSac e os Sarrabecos, contou com uma primeira parte dominada pelos Sarrabecos, que iniciaram o jogo instalando-se no meio campo adversário, mantendo o seu jogo habitual de posse de bola e constantes permutas entre os seus jogadores, ao passo que o InterSac ia tentado a todo o custo manter-se organizado e fechar a sua baliza, resistência essa que durou até ao minuto 10 com os Sarrabecos a marcarem o primeiro golo e a abrirem de vez o cadeado para a baliza adversária, chegando ao intervalo a vencer por 1-5. Na segunda parte os InterSac entraram com o objectivo de mostrar que ainda tinham uma palavra a dizer no encontro, sendo a equipa mais perigosa nos minutos iniciais, criando várias oportunidades de golo, e limitando as acções da sua adversária, permitindo reduzir o marcador com 2 golos. Se por momentos os Sarrabecos iniciaram a segunda parte mais desligados, rapidamente mudaram o chip, retomando o domínio do jogo e dilatando a sua vantagem, finalizando o jogo com uma vitória de 3-8.

 

hDs Clube 3-3 Portela FC

EMPATE SEGURO NAS MÃOS DE PAULO SILVA!

O jogo ainda mal tinha começado e já o golo surgia para o lado dos Portela FC, golo que não destabilizou os hds Clube que se tornaria na equipa mais perigosa ao longo de toda a primeira parte, criando várias ocasiões de finalização, mas fracassando na hora de concretizar, quer por demérito próprio, quer muito por culpa de Paulo Silva que ia mantendo a sua baliza inviolada, registando-se ao intervalo a vantagem de 0-1 para os Portela FC. A segunda parte trouxe mais golos, com os Portela FC a abrirem novamente com um golo, e os hDs Clube a terem que correr atrás do prejuízo e a assumirem o controlo do jogo, criando sucessivas ocasiões de golo, ao passo que os Portela FC nas poucas vezes que conseguiam atacar criavam mossa, chegando ao ultimo minuto com os Portela FC a vencerem por 2-3, vantagem essa que seria desfeita por Ruben Venâncio. Empate que teve em Paulo Silva, guarda-redes dos Portela FC a grande figura, na garantia do ponto conquistado para a sua equipa.

 

Ajax 3-13 PMPCAR

RAFAEL TEIXEIRA APONTA 8 GOLOS NA VITÓRIA DO PMPCAR!

Os PMPCAR levaram a melhor num jogo totalmente controlado e em que a primeira parte foi registo disso, apresentando-se como a equipa mais organizada e a apresentar uma excelente capacidade finalizadora, concretizando grande parte das ocasiões criadas, ao passo que os Ajax apresentavam-se como uma equipa sem ideias e limitada nas suas acções, chegando ao intervalo com os PMPCAR a vencerem por 1-6. Na segunda parte o domínio dos PMPCAR manteve-se assim como a falta de ideias dos Ajax, que eram abafados pela constante pressão exercida pela sua adversária, resultando em mais 7 golos para os PMPCAR. Vitória justa dos PMPCAR por 3-13, com Rafael Teixeira a fazer 8 golos e a ser a figura do encontro.

 

Os Cariocas 9-4 Tattus AA

TRANCOSO VEZES 5 IGUAL A VITÓRIA DOS CARIOCAS!

Registo para um jogo muito disputado, com as duas equipas a apresentarem estratégias distintas, que permitiram um jogo de constantes ataques e respostas e consequentemente golos. Os Cariocas apostavam num futebol mais apoiado construindo as suas jogadas através de combinações, enquanto os Tattus A.A recorriam á velocidade e capacidade técnica, para através de jogadas individuais criarem perigo. A vitória final sorriu aos Cariocas, com o seu trabalho colectivo a superiorizar-se à capacidade individual dos Tattus A.A, ficando registado no marcador de 9-4. João Trancoso dos Cariocas foi a figura com 5 golos.

 

SUPERLIGA SÉRIE 2

 

Alba Team 3-3 Ederzitos17

GOLAÇO DE CALADO MERECIA MAIS!

Num inicio de jogo algo morno e com poucas oportunidades, demorou até que alguém conseguisse balançar as redes, o que viria a acontecer apenas aos 6 minutos de jogo, dando vantagem aos Alba Team. 10 Minutos depois foi a vez dos Ederzitos17 fazerem o gosto ao pé, empatando o jogo a 1 golo. Já bem perto do intervalo e com as duas equipas já a pensar no descanso, surge o momento alto da tarde: depois de um passe a rasgar antes do meio-campo e sem deixar cair a bola no chão, o nº 27 dos Alba Team dá novamente a vantagem num fantástico pontapé de moinho. Um golo de fazer levantar o recinto! Na 2ª parte e numa situação de livre muito perigosa dos Alba Team, resulta no contra-ataque dos Ederzitos que fazem o empate. Os Ederzitos galvanizados pelo golo, sobem de rendimento e chegam inclusive à vantagem numa grande jogada coletiva, em que todos os jogadores participaram. O verdadeiro “golo de equipa”. No entanto já perto do apito final do árbitro, os Alba Team anulam a vantagem e fixam o resultado num 3-3.

 

Amigos do Adriano 8-1 Real Daqui

COM AMIGOS DESTES O REAL NUNCA FOI DAQUI!

É caso para se dizer que com “Amigos destes quem precisa de inimigos?”. Num jogo de sentido único, foi numa jogada de envolvimento coletivo que os Amigos do Adriano chegaram à vantagem, exercendo um domínio de jogo em todos palmos de relva do campo, criando várias oportunidades de golo, não deixando os Real Daqui explanar o seu futebol. De golo em golo e sem capacidade de reação dos Real Daqui, foi um jogo com pouca história que terminou num placard final de 8-1.

 

Era uma Vez 4-11 PFC

PFC JOGA, MARCA E ENCANTA!

A última vez que estas duas equipas se tinham encontrado oficialmente, o PFC tinha perdido. Foi com este sentimento que entraram em campo, entraram decididos a vencer e desta forma, esquecer o mau resultado da época passada. A verdade é que entraram praticamente a vencer, com 3 golos nas 3 primeiras ocasiões. Apenas Paulo Oliveira, o capitão dos Era Uma Vez conseguia contrariar o sentido do jogo, com uma excelente jogada individual que fez com que a bola esbarrasse no poste. Mas quem não facilitou foram os PFC que voltaram a faturar por mais duas vezes em apenas 2 minutos. Nota para um excelente golo de Lucas Oliveira, que viria a resultar no 5-0. O resultado começou a formar tons de goleada, com mais 2 golos do PFC. O capitão dos Era uma vez, viria a marcar um excelente golo que trazia alguma consolação à sua equipa, porem o resultado chegaria ao intervalo com 7-1 no marcador. Na 2ª parte, o jogo não abrandou e os PFC voltariam a marcar por mais 5 vezes, tendo a defesa do Era uma vez passado uma noite extremamente complicada. Murilo e Luryan ainda conseguiram reduzir, mas o lugar de homem do jogo estava reservado para Lucas Oliveira e os seus 4 golos.

 

Unaita 6-0 FC Columbus

PONTARIA A MAIS DEIXA FC COLUMBUS À DERIVA!

Num jogo sempre muito disputado e com alguns nervos à mistura, foi um golo do Unaita logo nos primeiros minutos, que veio apimentar ainda mais o resto da partida. Depois de algumas oportunidades para ambas as partes, o FC Colombus pode queixar-se de falta de pontaria, ou neste caso pontaria em demasia, pois não foram uma nem duas, mas sim cinco bolas nos postes apenas na 1ª parte, aliando um certo domínio na partida que levou a equipa para o descanso com a sensação de injustiça. Na 2ª parte a toada do jogo manteve-se, com o FC Colombus a carregar mais em busca do empate, mas foi a equipa do Unaita que viria a dilatar a vantagem, com dois golos em dois minutos na baliza contrária. No outro lado do campo, o guarda-redes (Várzea) ia evitando de todas as formas e feitios as tentativas da equipa contrária, valendo-lhe com naturalidade a nomeação para MVP da equipa. Com o cansaço mental a acumular e a afetar a tomada de decisão, e já depois da expulsão do nº 4 dos FC Colombus, destabilizando de alguma forma uma equipa que já merecia ter chegado ao golo e que assim foi gradualmente deixando que os Unaita fossem crescendo e controlando os ritmos do jogo, que aliadas a uma tremenda eficácia, foi com naturalidade que estes foram avolumando o marcador até aos 6-0 finais.

 

2ª LIGA SÉRIE 1

 

GD Atalaiense 7-4 AEFCH

GD ATALAIENSE RESOLVE NA 2ª PARTE JOGO BEM DISPUTADO!

O GD Atalaiense levou de vencido os AEFCH, num jogo que contou com uma primeira parte muito disputada, com ambas as equipas a quererem discutir o jogo e a apostarem forte no ataque, ocorrendo de parte a parte várias ocasiões de golo. Enquanto apostavam no ataque era libertado espaço na defesa, resultando num constante rodopio no marcador chegando ao intervalo com os AEFCH a vencerem por 4-3. Na segunda parte, os GD Atalaiense a perder, entraram mais dominantes, instalando-se no meio campo adversário e forçando vários erros aos AEFCH, conseguindo rapidamente efectuar a reviravolta do marcador e construir uma vitória segura por 7-4, destacando-se Miguel Ratão com 3 golos.

 

Gin & Ais FC 4-5 Café Paulo B. Santiago

CAFÉ PAULO B. SANTIAGO GARANTE VITÓRIA COM REVIRAVOLTA NO SEGUNDO TEMPO!

Os Café Paulo B. Santiago venceram os Gin & Ais, com registo para uma primeira parte com os Café Paulo B. Santiago a entrarem com a intensão e a controlar o jogo ocupando o meio campo adversário e abrindo o marcador logo nos minutos iniciais. Domínio esse que foi reduzindo com os Gin & Ais a aproveitarem os muitos erros defensivos da sua adversária, que vinha a perder gás a cada golo sofrido, chegando ao intervalo apesar da boa entrada no jogo da sua adversária a vencer por 4-2. Na segunda parte registo para um jogo muito disputado, com ambas as equipas a procurarem discutir o resultado, mas com os Café Paulo B. Santiago a terem o mérito de conseguirem concretizar em golo as oportunidades que iam criando, finalizando por 3 ocasiões. Vitória dos Café Paulo B. Santiago que tiveram em Cláudio Rosado e Sérgio Susano com dois golos cada, os seus destaques.

 

Super-Fraquinhos 4-7 Canelas FC

PEDRO GONÇALVES LEVA O CANELAS FC À VITÓRIA!

O jogo entre os Super Fraquinhos e o Canelas, ficou marcado por uma primeira parte em que no inicio os Super Fraquinhos procuraram assumir o jogo e instalaram-se no meio campo adversário, ao passo que o Canelas FC, na sua estratégia habitual mantinham a sua organização defensiva, fechando a sua baliza a sete chaves e atacando sempre de forma criteriosa e certeira, estratégia que permitiu chegar ao intervalo a vencer por 2-5. Na segunda parte a estratégia das duas equipas manteve-se, com os Super Fraquinhos mais tempo em posse de bola e no meio campo adversário e o Canelas FC consentindo um falso domínio ao adversário, mas controlando o jogo sem bola, aproveitou cada ataque para criar perigo, garantindo uma vitória final de 4-7, com Pedro Gonçalves a ser a grande figura com 5 golos.

 

Surprise Team 6-2 Nikita

SURPRISE TEAM SUPERIORES GARANTEM A SUA 1ª VITÓRIA!

O jogo contou com uma primeira parte comandada pelos Surprise Team, a apresentarem-se como a equipa mais organizada, quer no processo ofensivo onde com critério iam criando as sua oportunidades, quer no processo defensivo onde se apresentaram sempre coesos fechando os caminhos para a sua baliza, impedindo assim os Nikita de criarem oportunidades de golo. Apresentava-se ao intervalo o resultado de 4-0 para os Surprise Team. Na segunda parte registo para um jogo morno, com os Surprise Team a entregarem o controlo de jogo aos Nikita que recorriam ao 5 para 4 e passavam mais tempo em meio campo adversário mas sem criar reais situações de perigo. Registo de mais dois golos para cada equipa e vitória final de 6-2 para os Surprise Team, que tiveram em Francisco Freitas a figura ao apontar 3 golos.

 

2ª LIGA SÉRIE 2

 

Balazio 3-5 Golden Boys

GOLDEN BOYS ESTREIAM-SE COM VITÓRIA CONSEGUIDA NOS ÚLTIMOS MINUTOS!

A estreia na liga Myindoor não podia ter começado da melhor maneira para a equipa que jogava de branco, os Golden Boys! Nem 5 minutos tinham decorrido e já Bernardo Inácio tinha inaugurado o marcador, fazendo assim o primeiro golo da sua equipa no campeonato. Os Golden Boys mantiveram o ritmo e foram mais eficazes, conseguindo mesmo chegar ao 0-3, contrariando a falta de inspiração do Balazio. Antes do intervalo, Miguel Cifuentes conseguiu reduzir o marcador dando desta forma esperança à sua equipa, para um reviravolta que parecia impossível. Este golo deixou os Golden Boys nervosos, e logo no início da segunda parte cometeram alguns erros e sofreram um novo golo. Os Golden Boys ressentiram o golo, não conseguindo encontrar um fio condutor, permitindo assim já nos últimos minutos o empate. Quando parecia que o jogo iria acabar empatado, Bernardo Inácio marca novamente e desequilibra o marcador. Houve ainda tempo para mais um golo dos Golden Boys, numa altura em que o Balazio procurava chegar ao empate.

 

Os Marretas 9-2 Os Cansados

VALENTES MARRETADAS!

No jogo de estreia no campeonato dos Cansados, foram os Marretas a entrar a todo o gás, que rapidamente chegaram a uma vantagem de 3 golos. Pouco antes do intervalo os Cansados reduziram através do seu nº 4, André Guerra, que fez assim história para esta equipa, ao ser o primeiro marcador oficial desta nova equipa. No entanto este golo foi “sol de pouca dura”, pois os Marretas foram dominando por completo o jogo, sendo prova disso a diferença significativa registada no final do encontro (9-2). Foi assim uma estreia para esquecer dos Cansados, da qual os próprios esperam agora recuperar da melhor forma.

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.